100 dias da administração de Luciano Pamponet: enganação, abandono e irresponsabilidade com o povo macajubense



A atual gestão completou 100 dias de administração e fez um vídeo pra comemorar esse marco. Que tal relembramos os momentos mais marcantes para o povo macajubenses?

Laboratório fechado por meras rachaduras no gesso. População seguem sem ter acesso a esse serviço básico. Isso sem falar na falta de medicação como, por exemplo, a anestesia, dipirona e AAS.

Carro de lixo que custa R$13 mil reais por mês pra atender apenas a sede, os distritos seguem abandonados. Isso sem falar no contrato de R$400 mil por serviços de limpeza pública, sendo que utilizam o maquinário da prefeitura pra executar o serviço. 

O prefeito colocou cadeados em represa e cisternas públicas, retirando o acesso da população à água. Ao mesmo tempo em que demora mais de 30 dias pra atender a uma solicitação de água. 

Começaram a limpeza da minação do João Borges e abandonaram cheio de lama e buraco. Com a chuva, corre o risco de entupir. 

As promessas de emprego não foram cumpridas. Os garis estão recebendo menos do que era pago na gestão passada e ainda está acontecendo descontos misteriosos nos salários dos servidores. 

Van e Splinter paradas por defeitos causados pela atual gestão. Vários carros danificados e o carro pipa já passou por dois consertos confirmados. 

Os ônibus, que deveriam ser exclusivos da Educação, seguem sendo usados pra transportar os cidadãos para as feiras livres ou pra fazer exames. E a Secretária de Educação, que antes era contra, agora fica omissa. Isso sem falar no silêncio do sindicato.

Só resta aos macajubenses sonhar com a tão prometida mudança. Será que ainda chega em Macajuba?