anuncios

anuncios

Barraqueiros de Macajuba e Nova Cruz estão incomodados com a desorganização das cobranças dos tributos

Barraqueiros de Macajuba e Nova Cruz estão incomodados com a desorganização das cobranças dos tributos.


De acordo com o que nos foi passado, no último sábado (09/01), um preposto da Prefeitura começou a realizar as cobranças dos tributos. O problema é que não houve prévia comunicação aos barraqueiros sobre a cobrança, nem organização do valor a ser cobrado. Sem um valor estipulado previamente pela atual gestão, os barraqueiros se sentiram inseguros em pagar e o valor não corresponder ao cobrado de forma geral. Fora a dificuldade de conseguir um comprovante de pagamento, já que não houve nenhuma notificação formal sobre a cobrança. 


O mesmo problema foi relatado pelos barraqueiros de Nova Cruz no domingo (10/01). 


A insatisfação dos barraqueiros ocorre porque a gestão passada priorizou o uso das barracas pelos macajubeses, retirando assim o controle do mercado local daqueles que vinham de fora. Além disso, ainda incentivou a compra de mercadorias dos produtores locais, movimentando a agricultura, o comércio e gerando renda. E, desde o início da pandemia, os barraqueiros locais ficaram isentos da cobrança de taxas. 


A pandemia ainda não acabou, mas as cobranças já retornaram. E ela veio de forma desorganizada, pegando aqueles que retiram seu sustento das feiras realizadas em nosso município. 


Os barraqueiros solicitam respeito da atual gestão que pode muito bem fazer a comunicação através de ofício onde conste o valor a ser pago. Não tratar os cidadãos de forma desrespeitosa, com foi feita nas feiras livres no fim de semana passado.


Estamos a disposição para ouvir explicações sobre o assunto.